Informações de mercado

Atualização do Brexit

Enfrentamos o possível evento de o Reino Unido deixar a União Europeia até o final de outubro de 2019.
Isso afetará as remessas de e para o Reino Unido e são esperados atrasos. Entre outras razões, há uma porcentagem mais alta de remessas a ser processada pelas autoridades aduaneiras e os remetentes europeus podem mudar para o frete aéreo para evitar controles nas fronteiras.
Esperamos atrasos especialmente para remessas que não se movam diretamente para o Reino Unido ou fora do Reino Unido, mas através da Europa continental. Por exemplo, se as remessas marítimas são descarregadas em Roterdã e depois encaminhadas para o Reino Unido por caminhão e balsa:

  • A representação fiscal na Europa continental não será mais possível para mercadorias no Reino Unido. Em vez disso, um procedimento de trânsito deve ser aberto.
  • Os problemas esperados em Calais / Dover causarão atrasos na entrega de mercadorias no Reino Unido.
  • Incotermos para entregas subsequentes da UE para o Reino Unido também podem precisar ser convertidos, se necessário, pois os custos do desembaraço aduaneiro devem ser incluídos.

Portanto, sugerimos que você envie diretamente para o Reino Unido sempre que possível, pelo menos por algum tempo após o Brexit até as coisas ficarem claras.

Além disso, você também pode encontrar uma "lista de verificação do Brexit" aqui.

 

Brexit checklist PDF (0,09 MB)
Contato Thais Meroni