Notícias

Brexit: Depois da saída é antes da saída

O Reino Unido agora deixou oficialmente a União Europeia e o Brexit se tornou uma realidade. Mas isso é realmente apenas o começo. Um período de transição até o final do ano está atualmente impedindo qualquer grande impacto nos negócios e na logística em ambos os lados do Canal. Mas o que acontece depois disso ainda é uma questão em aberto.

O Brexit permanece tenso; ninguém sabe como isso vai acabar.

O Reino Unido agora deixou oficialmente a União Europeia e o Brexit se tornou uma realidade. Mas isso é realmente apenas o começo. Um período de transição até o final do ano está atualmente impedindo qualquer grande impacto nos negócios e na logística em ambos os lados do Canal. Mas o que acontece depois disso ainda é uma questão em aberto.

Mas uma fronteira aduaneira entre a Europa continental e o Reino Unido pode se tornar realidade em apenas alguns meses. Se isso acontecer, as obrigações aduaneiras para negociação com países terceiros serão automaticamente aplicadas ao Reino Unido. Caso os estados membros da UE e o Reino Unido não consigam concluir um acordo de livre comércio até o final do ano, podemos esperar que o Reino Unido faça uma "saída definitiva" do Mercado Único Europeu e da União Aduaneira da União Europeia. Nesse caso, os benefícios que o Reino Unido possui atualmente, por exemplo, a relação comercial que os países da UE têm com a Suíça e com os países do Espaço Econômico Europeu (EEE) deixariam de se aplicar.

A questão aduaneira permanece por resolver

Muitos observadores estão céticos quanto à possibilidade de um acordo de livre comércio ser realmente negociado e adotado até o final do ano e acreditam que uma extensão adicional do prazo é inevitável. Até junho, o Reino Unido pode optar por estender o período de transição, mas é algo que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, até agora descartou. Ele também rejeitou propostas para o Reino Unido permanecer parte da União Aduaneira depois de 2020. Portanto, o thriller do Brexit permanece tenso; ninguém sabe como isso vai acabar.

 

"Ainda precisamos abordar a questão das formalidades alfandegárias para remessas de mercadorias de e para o Reino Unido", diz Wolfgang Reinel, diretor administrativo de logística européia do Norte da Europa Central. "Estamos nos preparando para o Brexit há vários anos. Agora, precisamos usar essa respiração curta para revisar os detalhes com um pente fino e continuar melhorando nossas soluções. ” Como fornecedora de logística, a DACHSER será responsável por lidar com o desembaraço aduaneiro das mercadorias que transportar entre a UE e o Reino Unido no futuro e fará o possível para garantir que as coisas funcionem da maneira mais tranquila possível. Entre outras coisas, isso requer a documentação aduaneira correta e a autorização dos respectivos importadores. “Naturalmente, ainda dependemos de nossos clientes para fornecer todas as informações obrigatórias e autorização por escrito para realizar o desembaraço aduaneiro em seu nome”, diz Reinel.

 

"Criamos a infraestrutura necessária e elaboramos soluções", continua ele. “Ainda existem algumas lacunas nos processos regulatórios, o que significa que os relacionamentos estreitos e baseados em confiança que construímos com nossos clientes e com nossos parceiros e colegas em toda a rede DACHSER são extremamente importantes. Essa é a única maneira de conseguirmos atravessar o próximo e, espero, o último, capítulo do thriller do Brexit. "

Para uma visão geral do que você precisa fazer para se preparar para o Brexit, consulte o check list do Brexit

Check list Brexit PDF (0,09 MB)
Contato Thais Meroni