Notícias

Negócios familiares geram receitas globais de US$ 9 trilhões de dólares

DACHSER, provedor logístico, explica o sucesso de ser uma empresa familiar dentro de uma operação global

DACHSER explica o sucesso de ser uma empresa familiar dentro de uma operação global

Empresas familiares são essenciais para a economia global. De acordo com uma pesquisa da Famcamp, as 750 principais empresas familiares do mundo geram receitas de US$ 9 trilhões por ano e empregam 30 milhões de pessoas. Embora as empresas familiares na China estejam começando a crescer, a Alemanha e os EUA ainda dominam a lista.

De acordo com o relatório US Census Bureau, as empresas familiares compreendem 90% de todas as empresas na América do Norte, com tamanhos variando de equipes de duas pessoas até companhias que foram citadas na Fortune 500. Essas empresas, que consideradas propriedade familiar, são responsáveis por metade do produto nacional bruto dos EUA.

 A DACHSER, uma empresa familiar com 100% de participação no mercado, acredita que ser familiar é uma vantagem competitiva - tendo em vista que, com mais de 30.000 funcionários e receita de US$ 6,58 bilhões em 2018, a alemã DACHSER é uma das citadas na pesquisa da Famcamp, ocupando o 316º lugar na lista. De acordo com João Paulo Caldana, diretor geral da DACHSER Brasil, "uma das principais vantagens de ser uma empresa familiar é que não precisamos responder à volatilidade no mercado, o que nos permite manter nosso foco no atendimento a nossos clientes, desenvolvendo nossos funcionários e seguir nossos objetivos estratégicos de longo prazo."

O executivo não está sozinho nessa linha de pensamento. Uma pesquisa da Family Business Center mostrou que o controle contínuo da família resulta em uma perspectiva de longo prazo, permitindo um posicionamento estratégico único, bem como maiores valores internos da empresa e menos problemas de recursos humanos.

Um estudo recente da Harvard Business Review mostrou que as empresas familiares retêm talentos melhor do que seus concorrentes não-familiares. Isso porque essas empresas criam uma cultura de compromisso e propósito, evitando demissões durante as crises, promovendo de dentro e investindo nas pessoas.

Líderes de empresas familiares como o CEO da DACHSER, Bernhard Simon, neto do fundador da empresa, Thomas DACHSER, compartilham um forte foco em profissionalismo, transparência, sustentabilidade, colaboração e união por valores e propósitos compartilhados. Esses executivos são resilientes, capazes de aproveitar as oportunidades e inovar e transformar seus negócios conforme necessário. Além disso, se concentram na próxima geração, não no próximo trimestre - tendem a adotar estratégias que colocam clientes e funcionários em primeiro lugar.

Empresas familiares têm culturas internas poderosas

Isso é visível dentro da cultura corporativa da DACHSER. "Nossos funcionários têm uma forte conexão com os valores da empresa e da família da DACHSER, o que resulta em uma lealdade profunda e um local de trabalho positivo. Os funcionários que são inspirados e sentem-se valorizados são motivados a proteger a marca e a manter os clientes felizes", afirma Caldana.

As empresas familiares têm culturas internas poderosas, que afetam o modo como os funcionários se sentem em relação à empresa e à liderança. Um estudo recente analisou 114 empresas familiares e 1.200 outras grandes empresas, analisando a saúde organizacional. Os resultados mostraram que as empresas familiares obtiveram uma pontuação significativamente maior em coisas como motivação e liderança do trabalhador.

"Outra vantagem fundamental de fazer parte de uma empresa familiar é que não medimos o sucesso com base no crescimento e no lucro", analisa o executivo. "É claro que a DACHSER tem metas financeiras, mas também observamos atentamente as metas internas, como oferecer um sólido desenvolvimento de carreira e obter uma retenção de longo prazo dos funcionários," finaliza Caldana.

Contato Thais Meroni